05 coisas que queria ter ouvido quando comecei no artesanato.

Estive pensando esse dias, após tanto anos fazendo artesanato, pensando o que eu precisava ter ouvido ou sabido quando iniciei no artesanato.

Comecei sem saber nada mesmooo , nem sabia que existia isso RS de tão focada que estava em levar a vida numa rotina de casa/trabalho.

 

1 – Não tenha medo de errar

Demorei muito pra aprender essa parte. Quando somo inciantes temos medo de errar e tentar fazer nossas ideias não é mesmo? Medo do que vão pensar da caixa que criamos, se vão gostar. Hoje já nem ligo mais, quero fazer alguma peça que eu me inspirei em pensamento e vou lá e faço do jeito que quero Sem me preocupar se vão gostar ou não, pois o que quero mesmo é me expressar.

2 – O artesanato ajuda a superar a dor

É …digo isso por experiência própria que o artesanato nos ajuda a nos livrar da dor. Dores como depressão, ansiedade, baixa auto estima….Passei por isso e posso dizer com orgulho que o artesanato me ajuda em tudo isso, pois ao nos dedicarmos a arte de construir algo, focamos nosso pensamento e atenção na atividade e todos esse problemas desaparecem, pelo menos ali na hora…e com o tempo vamos aprendendo a administrar essas dores, até que, PUF! Elas somem rsrsrsrs…há vários relatos de pessoas que se curam de problemas assim através do artesanato

3 –Foco

Digo isso pois quando descobri o artesanato  e fui vendo que tinha milhares de técnicas para aprender eu enlouquecia e queria fazer tudo…até mosaico eu já fiz kkkkk.  Sei que tudo é lindo e da vontade de fazer tudo, mas La no fundo eu sempre soube que trabalhar com caixas de MDF era minha paixão, por isso resolvi me focar de corpo e alma nessa técnica e me especializar. Também faço algumas peças de reciclagem ou costura, Mas são bem mais raros e tomam menos meu tempo de arte. Pois resolvi focar em uma. E quando focamos em algo, coisa boa ou ruim, ela cresce. Foi assim que foquei em apenas uma técnica e estou muito feliz com ela 🙂

4 – Persistência

Persistência é uma palavra que muita gente não pratica. Ao primeiro obstáculo , POFT! Cai, desiste , deixa de lado. E no artesanato não é diferente. Ainda mais quando somos iniciantes e nos deparamos com tantas dúvidas e tantas informações que nos perdemos, ou erramos em alguma peça. Calma! Respira e volta! Seja persistente que você terá resultados incríveis.

5 – Que existe um site onde ajuda os inciantes nos detalhes

Hahaha, como queria ter uma indicação dessa lá atrás! Teria me poupado um tempão rsrsrs…E agora você tem isso no artesanato da Gica. Aos poucos estou alimentando o site com dicas importantes de artesanato que vão fazer diferença na sua vida. Pois mudei todo o esquema do meu site justamente para isso: para melhor focarmos nosso aprendizado 🙂

E você o que gostaria de ter ouvido ao começar o artesanato?

Com amor, Gica

gi redo

Gislaine – Fundadora do Artesanato da Gica

Artesanato- Amooooooo

19 comentários em “05 coisas que queria ter ouvido quando comecei no artesanato.

  • maio 5, 2015 em 12:48 am
    Permalink

    oi Gica, mto legal td isso que vc falou…acho que são os mesmos questionamentos de tds que estão começando em determinada área: o medo, a falta de persistência, achar aquilo que realmente nos fascina, o aprender e onde…como vc disse, hj temos uma gde ferramenta que é a internet, onde vc acha quase que td, e o mais legal, técnicas modernas e bem explicadas. Qdo comecei há um bom tempo atrás a fazer pintura em tecido, o que aprendi foi copiar de uma revista…não sabia o pq daquilo que estava fazendo…hj, através da internet, posso dizer que estou aprendendo alguma coisa! Isso me deixa mto feliz! E qto a superar uma dor, melhorar os efeitos de uma depressão, sei bem como o artesanato ajuda! Obgda! bjs

    Resposta
    • maio 5, 2015 em 9:23 am
      Permalink

      Oi Marli obrigada…é..sao 5 coisas importantes …e quero muito ajudar as pessoas na parte de superar a dor para que o mundo seja mais feliz 😀

      Resposta
    • março 31, 2016 em 5:21 pm
      Permalink

      Oi, Gica! Amei as cinco dicas que você enviou. Muito obrigada. Acho que todos (as) iniciantes tem esses problemas. Mas, recebendo de você, assim, tudo tranquilo, fica mais fácil de aprender. Bjos

      Resposta
  • maio 19, 2015 em 1:45 am
    Permalink

    Oi Gica, fico feliz por sua iniciativa nos ajuda muito. Eu pra variar estou mais que perdida, por vários motivos parei de trabalhar fora e comecei com o artesanato, mas não estou conseguindo ter o tempo pra dedicar ao artesanato ser dona de casa, esposa e mãe está me sugando e estou ficando contrariada, pois amo artesanato, mas não consigo conciliar as duas coisas. Como vc consegue?

    Resposta
    • maio 21, 2015 em 6:30 pm
      Permalink

      Oieee. ai menina só com muita dedicação, foco e persistência para darmos conta de tudo ne rsrsrsrsrs….
      è dificil mesmo conciliar tudo, mas é muito importante ter um tempo para você mesma, para que possa recarregar as energias…
      Temos que aprender muito a controlar nosso tempo e disciplina…sei que parece complicado , mas nao é..pode ser trabalhoso no início rsrs até pegarmos um ritmo e virar um hábito em nossa vida 😉

      Resposta
  • julho 5, 2015 em 3:10 pm
    Permalink

    Conheço seu site faz pouco tempo, mas já estou amando todas suas dicas!
    Obrigada por compartilhar conosco!

    Resposta
    • julho 6, 2015 em 9:05 pm
      Permalink

      Olaaaaaaaa oin que bom !!! Fico muito feliz!

      Resposta
  • outubro 6, 2015 em 4:38 pm
    Permalink

    Que esclarecimento!!!!
    Suas palavras motivam!!!!
    Obrigada!!!

    Resposta
    • outubro 7, 2015 em 6:59 pm
      Permalink

      Oin obrigada Rogéria 😀
      beijoss

      Resposta
  • outubro 7, 2015 em 7:26 pm
    Permalink

    Adoro seus videos e dicas, você é uma pessoal de Alto Astral, chique e atenciosa, tudo que você faz e ensina é muito bom, seu site é tão bom que quando entro para ver seus videos e dicas não da vontade de sair mais,kkk, recomendo sempre seus videos para minhas amigas que fazem artesanato assim como eu.

    Resposta
    • outubro 8, 2015 em 6:04 pm
      Permalink

      ahhaha que legal Marcia!!Amei os elogios inclusive o chique kkkkkkk
      que legal saber que gosta de ficar no site!!!obaaaaaa
      beijos

      Resposta
  • novembro 22, 2015 em 2:05 pm
    Permalink

    Bom dia Gica,muito obrigado por compartilhar seu conhecimento,adorei a matéria
    Que Deus te abençoe sempre.Beijos.

    Resposta
  • fevereiro 23, 2016 em 5:13 pm
    Permalink

    Obrigada ,e isso que prescisamos nos dias de hoje ,….Pessoas v=como voce que compartilha sua experiencia com agente abr………

    Resposta
    • fevereiro 23, 2016 em 6:09 pm
      Permalink

      oinnnn que bom Maria Isabel! Faço questão de passar o que sei 😀 para transformar as pessoas

      Resposta
  • fevereiro 23, 2016 em 5:20 pm
    Permalink

    Oi Gica.

    Verdadeiras tuas palavras e até engraçadas. Dizem exatamente o que passamos, né?
    Eu desde o começo nem pensava em fazer arte com o objetivo de lucros, apenas pra tirar o stress mesmo. Quando notei que as clientes começaram a se achegar, perguntar, pedir, encomendar… resolvi por mãos à obra e arriscar. Levei medo, até porque me aventurei em muitas coisas, materiais que eu só ouvia falar. Li muito e leio ainda. Quando tenho dúvidas, corro pra internet, youtube, cato tudo, tenho revistas, baixo vídeos, escrevo pra não esquecer, e funciona muito. Outra coisa que me dava um certo temor, é “será que vou conseguir fazer, será que vão gostar?”. Sou um certo ponto perfeccionista com as coisinhas que faço, erro, volto, corrijo e sigo em frente, então já não me preocupo mais. Meu marido me ajuda a fazer o “controle de qualidade” das peças, então, a cada vez procuro me aperfeiçoar.
    Certa vez me aconteceu uma situação que me deixou um pouco irritada:
    Uma prima mandou uma foto da internet e perguntou se eu fazia uma guirlanda pra ela, com uma ursinha, pro quarto da filha que estava por nascer. Terminei a encomenda, ficou um mimo, meu marido entregou, aguardei pra ver se ela havia gostado… e nada.
    Resolvi perguntar. Sabe o que ela respondeu? “Pensei que tu ia fazer igual ao que eu vi na foto!”. Tive que responder: “Fiz do meu modo, impossível fazer igual uma coisa que não fui eu que inventei. Após esse episódio, faço questão de salientar pras clientes que não faço nada igual a ninguém. Fazemos com amor e dedicação, quem não faz não sabe o trabalho e o amor que dedicamos em cada peça.
    Bjus, linda.

    Resposta
    • fevereiro 23, 2016 em 6:08 pm
      Permalink

      ola, isso mesmo linda…artesanato é peça única…nem mesmo a gente mesmo faz duas peças exatamente iguais!
      Não somos máquinas…fazemos com amor e com as mãos! É ai que está a especialidade de se ganhar um presente artesanal!
      Você terá apenas essa peça 🙂
      Vamos em frente
      beijos

      Resposta
  • março 22, 2016 em 12:20 pm
    Permalink

    Olá Gica,
    Você é uma pessoa abençoada por Deus. Sua maneira de explicar me encanta e tem ajudado muito. Também sofri muito no início e até encontrar seu site e vídeos quebrava muito a cabeça.
    Continue assim.
    Por enquanto ainda só te sigo, mas em breve farei parte do seu clube.
    Abraços

    Resposta
  • maio 9, 2016 em 6:11 pm
    Permalink

    Oi, admiro sua felicidade no que faz. Comecei vendo seu trabalho para passar o tempo e agora penso em aprender a trabalhar com caixas de mdf. Seu trabalho é lindo!

    Resposta
  • janeiro 12, 2017 em 10:30 pm
    Permalink

    Olá, Gica.Ainda bem que temos vc para nos dar todas as dicas!!!!!!!!

    Resposta

Deixe uma resposta para Núncia Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *